sábado, 3 de outubro de 2009

MAIS IDOSOS DO BRASIL MORARAM EM SANTO ANTONIO DO MUQUI

OS GÊMEOS MAIS IDOSOS DO BRASIL MORARAM EM SANTO ANTONIO DO MUQUI.

Em 1917, chegou ao Brasil, vindos da Argentina, Córdoba, a família Camargo, dentre os filhos, havia dois gêmeos, 4 anos, moraram na cidade de Muqui provisoriamente.

Vindo fixar residência nos arredores do Distrito Santo Antonio do Muqui, Distrito de Mimoso do Sul.

Segundo seus pais, lhes deu os nomes de Primo e Segundo, em homenagem a ordem do nascimento.

E assim cresciam os adolescentes gêmeos, idênticos, até uma pinta no nariz que os diferem. Era completamente a cópia do outro, as namoradas prestavam muita atenção nas pintas, pois uma dela era mais clara do que a outra, e só assim, sem a participação de ambos para distinguir quem era quem.

Os jovens era jogadores no quadro do América Futebol Clube de Santo Antonio do Muqui. E, por falar nisso dizia o Sr. José Vivas, Dono do Cartório: “Excelentes jogadores”

Formaram famílias, eram bastante unidas, apresentavam afinidades, e isso os tornou inseparáveis. Comentou Alcebíades Lopes Amado, amigo de ambos, que sempre gostava de contar histórias de Primo e Segundo Camargo; as esposas nunca transpareceram cenas de ciúmes, e sempre que necessário um tomava a dor do outro para se protegerem.

Hoje a geração e a seguinte: Primo Camargo está viúvo, tem 5 filhos, sendo dois gêmeos, 8 netos e 3 bisnetos e o Segundo Camargo tem 8 filhos, 19 netos, sendo dois gêmeos, e 6 bisnetos;
Segundo a reportagem “RANK BRASIL”, que hes prestou homenagens por serem os gêmeos mais idosos do Brasil.

As famílias Camargo, mudaram da Vila de Santo Antonio do Muqui – Mimoso do Sul – ES, final década de 60.
Nossas homenagens aos gêmeos, digo, da sua terra natal, a onde estiverem as famílias, congratulamos com a conquista do título do “RANK BRASIL”, desejamos Paz, harmonia, e que a história da vida de Primo e Segundo possam nos levar a refletir os valores e a unidade da família.