sexta-feira, 15 de março de 2013

AO CORRER DO TEMPO MIMOSENSE



FEVEREIRO – 1


1890 – Foi instalado no Distrito de Conceição do Muqui o Cartório de Registro Civil.

1926 - Inaugura-se a instalação da água potável, chegando aos lares mimosenses o precioso líquido. Foi um dos grandes incentivador, o vereador Joaquim de Paiva Gonçalves

FEVEREIRO – 2

1925 – Nascimento de Décio Xavier Gama, natural de São Pedro do Itabapoana, Seus pais: Matheus Monteiro da Gama e Vivaldina Xavier da Gama. Foi advogado do Banco do Brasil no EJ, MAIS TARDE Desembargador em 1953 – RJ.

2001 – Assume os trabalhos da paróquia de São José, Mimoso do Sul o Pároco Pe. Gilberto Roberto Silva

FEVEREIRO – 3

1924 – Chega de mudança para Mimoso do Sul, vindo do Rio de Janeiro, o Sr. Galena, interessado em comercio de café, trouxe um rádio, aparelho falava sem fio, foi uma grande novidade para a fazenda Mimozo

FEVEREIRO – 4

1922 – Chega a luz elétrica na cidade de São Pedro do Itabapoana

1928 – Inauguração da luz elétrica em Santo Antonio do Muqui, Essa fornecida pela Fazenda Santa Cruz de Antonio Rodrigues Amado. No casarão da máquina de beneficiamento de café e arroz. Uma turbina tacada a água. Com um motor que chegava a uma voltagem era 120. A comunidade pagava por residência em talão fiscal, média de C$ 9,00, (nove cruzeiros), por casa.

1970 – Culto em ação de graças, Bodas de Ouro do casal Dezinho e Loyde, ambos presentes junto a comunidade, ela prestadora de serviços no Posto de Saúde. Seus filhos: Lorival, Paulo, Claudia, Décio e Sérgio em nome de seus pais agradecem aos presentes.

FEVEREIRO - 5

1974 – Lauro de Azevedo Rolim, poeta mimosense morre no Rio de Janeiro onde residia.

2001 – Pe. Gilberto celebra sua primeira Santa Missa na comunidade Itapuã, no Abrigo Carlos Marcelo Pessanha.

FEVEREIRO - 6


FEVEREIRO - 7

FEVEREIRO – 8

1890 – Realizada uma pesquisa na cidade de São Pedro do Itabapoana e Distritos a fim de catalogar a imigração italiana:
O resultado foi o seguinte: Astolfi, Baldecini, Battisti, Benevenutti, Benotti, Bernardi, Bianchi, Bigui, Bonfanti, Bortocelli, Cacholi, Carcabrini, Cock, Conti, Del Sporti, Fanelli, Ferrari, Fitoroni, Gaiotti, Palaqui, Galegorio, Gioncetti, Gaiotti, Galegorio, Gioncetti, Giovani, Giezzi, Gussi, Keki, Kiuski, Martiletti, Martielli, Mauri, Menditti, Menegucci, Meneshini, Mantovani, Nati, Ogioni, Verturini, Passi, Picoli, Probi, Prucoli, Radaeli, Romagnoli, Romani, Sallicci, Santolini, Scarpini, Schiavo, Sensi, Settini, Stanni, Taliutti, Tebaldi, Trinti, Veniali

FEVEREIRO – 9

FEVEREIRO – 10
1982 – Criação do Estatuto Fundação do Serviço Social Comunitário Mimosense. Difundir e programar atividades a fins que se relacionem com setores Social, Educacional e Cultural de acordo com a legislação vigente. Seus instituidores: Pedro Costa, Angelina Faria, Maria Guarçoni, Jorge dos Santos, Maria Costa, João Guimarães, Márcia PO. Santos...

2001 – Antônio José de Nazaret, sua terra natal, Santo Antônio do Muqui, Ordenado ao Presbiteral. Pe. Antônio, afirmou que Jesus Cristo é a razão de sua jornada.

FEVEREIRO - 11

FEVEREIRO – 12

1991 – Comemoração das Bodas de Prata o casal Jarbas e Nilza Coelho.

FEVEREIRO - 13

FEVEREIRO – 14



1924 – Falecimento de Constantino Gonçalves Vivas. Ele foi vereador empossado em 1890, em São Pedro do Itabapoana, foi também vice-presidente do Clube dos cavalheiros, a partir de 4/2/1917.

1885 – Inauguram na cidade de São Pedro do Itabapoana o teatro “São Pedro de Alcântara”

FEVEREIRO – 15

FEVEREIRO - 16


FEVEREIRO – 17

1987 – São Pedro do Itabapoana, foi reconhecido pelo Conselho Estadual de Cultura do Espírito Santo, toda a sua história e reconhece aquele distrito como patrimônio histórico e tombou-se como Sitio Histórico. Os bens foram inscritos no livro de Tombo de belas artes.

FEVEREIRO – 18

2010 – Morre em Mimoso do Sul Aélia de Rezende Ayub, Os mimosense perderam um baluarte de história, referente a família, a escola e a comunidade. Foi uma mulher que sempre projetou no próximo, e que tantas suas sementes fizeram germinar. Certa ocasião, eu fiz um convite para uma entrevista na rádio local, Ela disse: “Estou pronta, vamos lá”. Foi diretora da Escola de 1º e 2º Grau “Monsenhor Elias Tomasi”

FEVEREIRO – 19

2006 – Alci Santos Vivas Amado recebe o certificado de participação da 3º Conferência Nacional de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Estado do Espírito Santo.

FEVEREIRO – 20

1950 a 1980 – Foram 4 décadas de folia carnavalesca em Mimoso do Sul - Vários blocos estavam sempre presente – ate 1950 o bloco dos turcos de lá para cá outros veio aparecendo, como Mocidade Serrana, Bloco do Funil, vários foliões da sociedade mostravam rara beleza, William Minassa e sua esposa Odiceia, Fernando Resende e esposa Lea, e outras figuras que abrilhantava: João Malavoti, Argeu, Bastião Piraquê, os destaques de alegoriao o carnavalesco Jime, Pedro Antonio, Bruzinho e Dona Isolina, Jorbano, Marcelo Carrera, Maria Luzia Sheideguer e Dr. Mariozinho. Também recordo dos Clubes Lítero Municipal, Clube dos Operários e o do Espera tapa.

FEVEREIRO - 21

FEVEREIRO – 22

1987 – O mimosense Luiz Carlos Pires morre em Vitória, seu corpo veio para Mimoso do Sul, foi enterrado no cemitério local.

FEVEREIRO – 23

1992 – Ana de casto Mattos poetiza mimosense morre em Vitória.

FEVEREIRO – 24

FEVEREIRO - 25

1990 – Início do ensino da Escola de primeiro Grau “Constancio Vivas” em Santo Antônio do Muqui, pelo projeto de Lei nº 24/90

FEVEREIRO – 26

FEVEREIRO – 27

1912 – Antonio Lopes da Rocha e sua esposa Mariana Antonia de Lacerda fazem doação do terreno para formação do Patrimônio de “Santo Antônio do Muqui” .

FEVEREIRO – 28

1999 – A revista D.M. Suplemento Semanal do Jornal Diário da Manhã – Erexim – RS, trazia vasta matéria de Breno Ramos Vivas, nascido em São Pedro do Itabapoana/Mimoso do Sul-ES, em  27 de setembro de 1919; por sua habilidade com a bola, em 1934, mudava para Vitória – ES, e aos 17 anos de idade já era titular do Rio Branco. Mais tarde jogou no Madureira – RJ. Em 1940 foi jogar no Coritiba. Jogou também no Atlético Paranaense, foi bi e tri-campeão estadual. Transferiu-se para o Cruzeiro de Porto Alegre. Em 1942, foi morar em Erexim, devido ter jogado no Madureira recebeu o apelido de carioca. Onde passou a defender o Atlético fazendo de seu time tri-campeão da cidade. Casou-se, teve três filhos e veio a falecer em 1989.

FEVEREIRO – 29


Nenhum comentário:

Postar um comentário